DICAS DE PREPARAÇÃO PARA O EXAME


A estratégia, bem elaborada, não deixa margens para o erro
.

Antes de iniciar a preparação, é importante estabelecer claramente as metas e definir as etapas, pois a capacidade humana de retenção de informações e o tempo são fatores que condicionam as estratégias.
A primeira providência é: Organizar o tempo, de maneira que seja possível estudar racionalmente, mas sem abandonar suas atividades diárias essenciais, nem deixar os compromissos de lado.
Por exemplo: começar a estudar Direito Civil pela Parte Geral e dedicar uma semana a este tópico; em seguida, Direito das Coisas, uma semana, e assim por diante.

Para obter sucesso:

  • Cuidar da saúde

  • Praticar esportes

  • Dedicar tempo ao lazer

  • Manter alguns compromissos sociais

  • Organizar adequadamente os compromissos profissionais

  • Planejar bem as horas de estudo

  • Contar com os imprevistos !!!

Para que seu tempo seja organizado de maneira coerente é importante que todas as atividades se encaixem no seu dia a dia, pois só o estudo intensivo não apresenta resultados efetivos.

Elaborar Estratégia de Estudo


Estudar para o Exame de Ordem é tarefa que deveria começar no primeiro dia de aulas na Faculdade.

Evidentemente, isto não acontece, e as razões são variadas: a carga horária inclui matérias não exigidas no Exame, trabalhos e seminários devem ser preparados e entregues durante o curso, os estudantes fazem estágio, o dia do Exame está longe.

Faz parte da cultura brasileira, também, deixar tudo para a última hora, "dar um jeito", e outras atitudes típicas, que levam o estudante a somente se preocupar com o Exame de Ordem ao iniciar o 5° ano.

Não há dúvidas de que, se levou o curso a sério, e estudou com método e organização, será mais fácil revisar a matéria.

Há livros de referência no mercado (veja no site), excelentes trabalhos, que cobrem o extenso programa de cada uma das disciplinas exigidas pela Comissão do Exame de Ordem, encarregada de preparar as provas. Dentre esses livros, mencionaremos alguns, a título indicativo, ressalvando que a lista é bem mais extensa. A leitura completa dos volumes indicados corresponde a mais de 30.000 páginas!

Recomendamos a consulta a esses livros. Portanto, mãos à obra!

Voltar   Imprimir